(per)Seguidores

segunda-feira, 26 de março de 2012

Reflexão do Relvas… 26 mar.

O ministro dos Assuntos Parlamentares, Miguel Relvas, disse hoje à entrada do congresso do PSD que “é importante que quem está no Governo está no Governo, quem está no partido está no partido” e que vai “continuar a fazer a coordenação política do Governo”, actividade que pretende conciliar com a sua condição de militante de base.
O ministro desculpou Pedro Passos Coelho por ter ignorado na sessão de abertura os autarcas -“tratou-se de uma discurso de balanço (...)” - e por não ter feito qualquer alusão aos números do desemprego que não param de aumentar em Portugal. "Estão todos os dias nas nossas preocupações e nós não arranjamos desculpas, ao contrário de outros. Se há circunstância que nos tira o sono verdadeiramente, são os números alarmantes do desemprego", referiu.
Miguel Relvas não chegou a usar da palava no congresso – a sua intervenção estava prevista para ontem à tarde depois dos autarcas -, mas como não houve críticas, entendeu que não se justificava intervir.

2 comentários:

  1. Relvas dixit... palavra de Relvas!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pelos vistos, até prescindiu da palavra... Só para as TVs e cassetes piratas...

      Eliminar